Metrôs dos Estados Unidos: Pittsburgh

Pittsburgh é uma cidade dos Estados Unidos da América, pertencente ao estado da Pensilvânia, um dos estados localizados no nordeste do país. É o centro administrativo do condado de Allegheny. Tem uma extensão total de 151.1km quadrados, e uma população em sua área metropolitana de 2.356.285 pessoas.


Pittsburgh se caracteriza fundamentalmente por sua riqueza cultural. A cidade se destaca por ser a sede da Pittsburgh Symphony Orchestra, uma das orquestras mais importantes do mundo. Ainda, tem um importante desenvolvimento em relação a hospedar museus. Entre eles, se destacam o Carnegie Museum of Natural History e o Carnegie Museum of Art.

Pittsburgh conta com um clima subtropical, caracterizado por sua humidade. Nos meses de inverno a temperatura vai de -7º até 3 °C, enquanto que nos meses mais quentes pode chegar a até mesmo 30 ºC.

O Metrô de Pittsburgh: The T

O metrô de Pittsburgh ou Pittsburg Light Rail percorre 42.16km ao longo de toda a cidade e alguns setores dos subúrbios. Sua inauguração aconteceu no ano de 1984, quando autoridades do condado decidiram substituir o sistema ferroviário antigo, que vinha funcionando desde inícios do século.

O Metrô de Pittsburgh: The T O Metrô de Pittsburgh: The T

Com o passar dos anos foi se fortalecendo e se tornando um sistema integrado pelo metrô e por um trem ligeiro que complementa os percursos até a periferia.


Seus veículos são de tipo LRV bidirecionais de dois carros, produzidos pela companhia espanhola CAF. Foram instalados logo depois que a Port Authority of Allegheny County firmou um contrato com a companhia no ano de 2000 para renovar a frota.

A operadora do sistema é a supracitada Port Authority of Allegheny County, que é uma empresa que depende da administração do condado de Allegheny.

Anualmente, o sistema recebe aproximadamente 10 milhões de passageiros.

  • Conhecido como: The T o Pittsburgh Light Rail
  • Extensão: 42.16km
  • Largura da via: 1.435 mm
  • Número de linhas: 2
  • Número de estações: 53
  • Velocidade máxima: 72 km/h
  • Site: www.portauthority.org
  • Operadora: Port Authority of Allegheny County
  • Passageiros diários: 27000
  • Inauguração: 1984

Breve historia

No ano de 1903 na cidade de Pittsburgh foi inaugurada uma rede de bondes superficiais que atendia o espaço circunscrito da cidade. A rede era operada pela Pittsburgh Railways, que foi uma das companhias ferroviárias mais importantes da América do Norte. No ano de 1960, o controle do sistema passou para as mãos da Port Authority of Allegheny County (PAT), empresa pública que começou a ampliar o serviço e a estender suas rotas.

Foi assim que o trecho que o metrô fazia passou a unir North Shore com os subúrbios do sul e muitos outros de South Hills. Além da ampliação, foi inaugurado um trecho da linha subterrânea que atende as regiões de maior fluxo de pessoas dentro da cidade.

O Metrô de Pittsburgh: The T, Mappa

Desde que a empresa estatal começou a controlar o metrô, este começou a funcionar de maneira conjunta com o sistema de ônibus e o funicular que cobre o condado de Allegheny.

Recentemente, a Port Authority of Allegheny County mudou radicalmente a estrutura do metrô de Pittsburgh. Isso devido à supressão de cinco linhas de metrô, como a Marrón, que as fundiu em duas: a linha Vermelha e a Azul. Além disso, a empresa modificou completamente o esquema tarifário, para tentar reduzir seus prejuízos.

Linhas e estações

O metrô de Pittsburgh apenas possui duas linhas e ambas percorrem a cidade no eixo norte-sul. Há quem considere que existem três linhas, já que de uma delas se desprende uma ramificação suficientemente extensa como para ser uma terceira linha. De qualquer forma, oficialmente são apenas duas linhas que se diferenciam por cores: a linha vermelha e a linha azul.

Linha Vermelha

Esta linha cobre um percurso que vai desde a estação South Hills Village, até a estação de Allegheny. A maior parte de sua extensão é integrada pelo trem subterrâneo, mas há alguns trechos que se complementam com o trem superficial e o trem elevado. Cobre o eixo norte-sul da cidade, porém seu percurso se dá no oeste da metrópole. A linha conta com 32 estações em total e sua cor, como indicada por seu nome, é a vermelha.

Linha Azul

Esta é a menor linha. Suas estações terminais também são as estações de Allegheny e de South Hills Village. Contudo, esta linha faz um percurso que vai desde Downtown Pittsburgh até Washington Junction, onde começa uma ramificação, que por um lado vai até South Hills Village, e pelo outro, até Library. Em total, conta com 19 estações, e uma ramificação de trem superficial. Assim como a linha vermelha, percorre o eixo norte-sul da cidade, porém pelo lado leste. Sua cor é azul.

Conexões com outros sistemas

Todo o sistema de transporte de Pittsburgh está interconectado entre si. Suas vias ferroviárias estão entrelaçadas com as linhas de ônibus, que atendem a área interna e periférica da cidade. Além disso, também há conexão com o sistema de funiculares inclinados, um dos mais antigos da região. Este originariamente funcionava como meio de transporte para trasladar os trabalhadores até as fábricas, saindo dos subúrbios indo até os centros fabris. No entanto, atualmente se limita a fins turísticos.

Apesar do sistema ferroviário consistir em trens subterrâneos, superficiais, e também trechos elevados, todas as rotas se complementam com as linhas de ônibus. A maior parte de seu percurso atende cidades periféricas como Beaver, Butler e Westmoreland e o restante está destinado a percorrer o centro da cidade, paralelamente ao metrô.

O sistema de linhas de ônibus possui 93 rotas que transitam pela área interna da cidade de Pittsburgh e 28 designadas a outras empresas. Assim como as linhas de metrô, as linhas de ônibus se distinguem pelas cores vermelha e azul. As de cor vermelha funcionam de segunda a sábado, com horários bem limitados, que contemplam inclusive períodos de férias. As de color azul, mantém funcionamento permanente.

O Metrô de Pittsburgh: The T

Conexões com o aeroporto

Em um subúrbio do município de Findlay, localizado a 30km do oeste da cidade, está o Aeroporto Internacional de Pittsburgh. Este é um dos terminais aéreos civis e militares mais importantes do estado. Igualmente a todos os serviços de transporte do condado de Pittsburgh, o aeroporto opera sob administração da Autoridade Aeroportuária do Condado de Allegheny. O terminal oferece um total de 160 voo diários a 36 destinos diferentes. Estes que por sua vez são administrados por 12 linhas aéreas.

Para chegar ao Aeroporto Internacional de Pittsburgh, basta tomar a rota 28X Airport Flyer da linha de ônibus. Esta vai do aeroporto até o centro da cidade, e passa por todas as estações do metrô localizadas nessa seção.

Horário e frequência

O metrô de Pittsburgh tem um amplo horário de funcionamento, que começa às 05:00 da manhã e termina depois da meia noite. Contudo, o horário e também a frequência de trens varia entre as duas linhas.

No caso da linha Azul, o primeiro trem sai da estação Allegheny com destino a Library, às 05:30 da manhã e o último chega às 12:10 da noite. A frequência de trens é de no mínimo 12 minutos e meio em horários de pico da manhã e no final da tarde. Contudo, em meados da manhã, começo da tarde e sobretudo em altas horas da noite, a frequência oscila entre 20 e 33 minutos.

A estação de Allegheny também é o terminal da linha vermelha, assim como South Hills Village. Neste caso, a frequência muda absolutamente. Os trens saem de South Hills Village com destino a Allegheny às 04:54 da manhã, enquanto o último sai às 12:01 da noite. A menor frequência é de quatro minutos, que é em meados da tarde, especialmente entre as 15:00 e 16:00. Nos demais horários, o tempo de espera é geralmente de 12 minutos, podendo diminuir para 6 ou 8, mas também podendo aumentar para até 30 minutos no final da noite.

Tarifas, bilhetes e cartões

Até 2016, o metrô de Pittsburgh já havia manejado diferentes sistemas tarifários ao longo de sua história. A mudança definitiva se deu no dia 1º de janeiro de 2017, com o intuito de que a Port Authority of Allegheny County reduzisse seus prejuízos.

A partir dessa data, as tarifas foram simplificadas substancialmente. Apesar de era gratuito viajar pelo centro da cidade, a instituição optou por reduzir a duas as zonas tarifárias e priorizar o pagamento através do cartão ConnectCard. Em suma, o preço de um bilhete simples para a mesma zona tarifária custa 2.75 US$. No entanto, se passa entre a zona 1 e a zona 2, o custo aumenta a 3.75 US$. Esta constitui uma das tarifas urbanas mais altas do país.

O Metrô de Pittsburgh: The T

Ainda, se for requerida uma transferência entre linhas, os usuários deverão pagar mais 2.75 US$. Apesar disso, a empresa operadora do metrô promove o uso do ConnectCard. Com ele, pode-se viajar por todo o metrô por apenas 2.50 US$. As transferências custam apenas 1 US$, além do custo do cartão que também é de 1 US$.

Também existem tarifas reduzidas no Metrô de Pittsburgh. Crianças menores de seus anos e adultos maiores de 65 podem viajar gratuitamente. Esta característica não é comum entre os sistemas de transporte de Estados Unidos. Além disso, deficientes e portadores do seguro médico estatal Medicare, pagam 1.35 US$ por cada passagem. A tarifa é ainda mais reduzida caso o meio de pagamento seja o ConnectCard, já que com ele cada viagem custa 1.25 US$ e 0.50 US$ em cada transferência.

Regras

Como todos os sistemas de transporte ao redor do mundo, o metrô de Pittsburgh possui uma série de normas dispostas a garantir a segurança dos usuários durante os trajetos, a agilização das mobilizações, o bom comportamento e o bem-estar geral dos usuários do metrô. Estas regras também dizem respeito a preservação das instalações do metrô, de forma que se assegure sua durabilidade e uma boa prestação de serviço. As regras do Metrô de Pittsburgh podem ser consultadas no site ou em qualquer uma das estações. A seguir, mostramos as principais delas:

  • Os animais são permitidos no Metrô de Pittsburgh, mas apenas aqueles que são treinados para acompanhar pessoas deficientes.
  • Também é permitido o transporte de animais de pequeno porte, sempre e quando estiverem numa jaula levada por seu dono.
  • É proibido correr nas instalações do metrô, tanto na parte interior dos vagões como nas plataformas.
  • Quando as portas estão fechando, é proibido entrar ou sair do vagão.
  • Durante a espera na plataforma, é terminantemente proibido cruzar a linha amarela.
  • Quando com crianças, segure-as pela mão e mantenha-as próximas ao corpo.
  • Se estiver com carrinho de bebês, é importante circular pelas áreas especiais que o metrô dispõe para veículos com rodas, para assim não dificultar a velocidade do fluxo de pessoas.
  • Toda locomoção realizada nas instalações do metrô deve ocorrer do lado direito do caminho.
  • Durante a permanência nas instalações do metrô, deve-se manter uma atitude sóbria e civilizada.
  • Encontra-se proibido o consumo de qualquer tipo de alimentos ou bebidas nas instalações do metrô.
  • Não é permitido que os passageiros utilizem as portas dos vagões como encosto, nem que obstaculizem de qualquer forma a entrada ou saída do trem.
  • Os assentos especiais do trem só podem ser utilizados por grávidas e idosos.
  • É proibida a entrada de pessoas portando armas de fogo.
  • O sinal de alarme localizado no interior dos vagões só deve presionada quando se apresente uma emergência real, do contrário, o usuário poderá ser advertido.

Futuras expansões

A Port Authority of Allegheny County tem realizado na última década um plano de desenvolvimento de trânsito que tem modificado grande quantidade de elementos em todo o sistema. Desse conjunto de reestruturações ainda estão pendentes algumas extensões que se pretende concluir nos próximos anos. Estas extensões consistem particularmente na construção de novas linhas ferroviárias que conectem a cidade de Pittsburgh com algumas cidades vizinhas, ou na ampliação de linhas já existentes.

Entre as que já se encontram em construção está um trem ligeiro cuja rota principal vai até a vizinhança de Oakland. Também pretende-se criar uma nova rede ferroviária, que se conecte com a linha já existente e que circule do centro até Arnold e a Allegheny Valley Railroad. Além disso, também já foi proposta uma rota que vai do centro da metrópole até Greensburg.

Estacionamento

Dentre os serviços oferecidos pela Autoridade Portuária do Condado de Allegheny, estão os mais de 60 estacionamentos distribuídos ao longo da cidade. A maioria fica localizada em zonas adjacentes às estações do metrô às linhas de ônibus. São totalmente gratuitos, sempre e quando sejam utilizados por usuários das linhas de transporte. Em total, os estacionamentos oferecem aproximadamente 14.000 vagas. Isso representa uma ótima alternativa para a mobilidade dos habitantes da cidade.

Gateway Subway Station Gateway Subway Station

Dicas

  • Para evitar confusões em relação ao custo total das passagens, sugere-se consultar as zonas tarifárias correspondentes ao percurso proposto, levando em conta o caso de transferências caso haja, para que se evite variações inesperadas no custo final das passagens.
  • Após as modificações no metrô realizadas pela Port Authority of Allegheny County, muitas ramificações ficaram fora de serviço. Apesar disso, alguns mapas do sistema não estão atualizados e não registram estas modificações. Por esta razão, é importante revisar a informação contida no site oficial da administradora estatal.
  • Apesar do metrô de Pittsburgh não ser conhecido como um sistema de transporte no qual ocorrem delitos constantemente, é sempre bom portar seus pertences na parte dianteira do corpo e não deixá-las longe em nenhum momento.
  • Embora este não seja o maior sistema de transporte dos Estados Unidos, o mesmo atende a um importante número de pessoas diariamente. Por isso, em algumas ocasiões o mesmo pode se encontrar levemente lotado. Portanto, recomenda-se que pessoas convalescentes ou que viajam com bebês de pouca idade evitem seu uso.
  • Antes de viajar, é sempre recomendável buscar saber quais são os horários de pico e o tempo de espera dos trens durantes estes horários. Isso poderia ajudar a evitar atrasos.
  • Como se trata de um metrô com grande fluxo de usuários, é necessário que os passageiros de organizem na plataforma para evitar aglomerados de pessoas.
  • Uma vez dentro do vagão, é importante localizar os mapas das rotas e as barras de apoio. Isto é essencial para uma viagem com mais segurança e precisão.

Curiosidades

  • Apesar do sistema contar com estacionamentos para que os passageiros estacionem seus veículos antes de acessar os trens ou ônibus, as bicicletas são permitidas nos vagões e podem ser trasladadas sem custo algum.
  • O metro de Pittsburgh já eliminou pelo menos cinco sub-linhas e mais de dez estações na última década como parte de uma modificação total do sistema.
  • O sistema ferroviário da cidade de Pittsburgh não conta com ar acondicionado nos trens.

O que ver usando o Metrô de Pittsburgh

A cidade de Pittsburgh, pertencente ao estado da Pensilvânia, sempre se caracterizou com sua relação com a indústria e com o a quantidade de estruturas pertencentes ao início da modernidade. Contudo, a cidade possui outras cosas pelas quais pelas quais se destaca. Em aspecto cultural, a cidade abriga vários lugares que promovem a cultura, como seus museus de arte e ciências naturais, além de seus teatros. Além disso, a cidade conta com uma grande quantidade de espaços naturais e ruas pedonais, ideais para se distrair e passar tempo. A seguir, mencionamos alguns dos lugares mais visitados:

  • Estufa Phipps e Jardim botânico: é um grande jardim botânico localizado na parte interna de um complexo de edifícios e áreas naturais chamado Schenley Park. Foi inaugurada no ano de 1893. Além de ser uma referência no que diz respeito ao resguardo de plantas históricas, também se caracteriza pelo sofisticado design em vidro e metal que possui. Para chegar até aqui, você pode usar a linha Azul do metrô, descer na estação Frew e caminhar alguns metros.
  • Museu Andy Warhol: é uma das mais importantes exposições da cultura pop dos Estados Unidos. Foi fundado no ano de 1994 e designado Patrimônio da Humanidade em 2000. Desde a inauguração, cerca de 150.000 pessoas já o visitaram. Para chegar, é necessário tomar a linha Vermelha do metrô, descer na estação North Side e caminhar alguns metros.
  • Carnegie Science Center: é um dos museus Carnegie da cidade. Se trata de um dos pontos turísticos mais visitados do estado. Tem quatro andares com várias salas e diferentes tipos de atrações, dentre as quais se destacam um planetário, vários simuladores e uma exposição robótica. Para chegar aqui, você pode descer na estação Allegheny da linha Vermelha ou Azul e caminhar alguns metros em sentido norte.

Mapa do metro de Pittsburgh

Mapa do metro de Pittsburgh Alta resolução
Mapa www.portauthority.org
Ver mapa em tamanho maior. Às vezes, pode levar algum tempo para carregar..

Mapa download.

Mapa do metro de Pittsburgh

  • Também conhecido como: The T
  • Passageiros/dia 27000
  • Taxas:
  • Operação 24 horas: No
  • Ar condicionado: No
  • Têm de andar entre os trens: No
  • Trens sem condutor: No
  • Screen Doors-Platformn: No
  • $2
  • Pittsburgh Metrô Site Oficial
facebook twitter youtube

Ajude-nos!

Se você acha que a informação que nós publicamos está errada, pouco precisa, ultrapassada, ou se alguma tradução está incorreta, e quer nos ajudar a melhorar as informações... entre em contato conosco aqui: .

Sinta-se a vontade também para entrar em contato conosco caso você não encontre o sistema que está buscando, e nós o incluiremos o quanto antes possível!

Muito obrigado!

** CREDITS!!