Metrô de Moscou

Introdução

Moscou conta com uma grande rede de linhas metrô que atende à maior parte da cidade e que em conjunto com as demais opções de transporte público (ônibus, trens e bondes) permite que seus usuários se desloquem a qualquer parte de Moscou.


As estações desse metrô são famosas por serem das mais bonitas do mundo. Contam com muros decorados, mosaicos, castiçais e outros tipos artísticos que mostram a evolução dos ideais russos ao longo do tempo.

O metrô de Moscou não tem uma logo definida, as estações são marcadas com um M vermelho maiúsculo. As estações têm nomes em alfabeto russo, mas dentro das estações e dos trens, você encontrará mapas com os nomes tanto no alfabeto russo como no nosso.

História:

Diferentemente de outros metrôs do mundo que surgiram por necessidade de um meio de transporte rápido e eficiente, a história do metrô de Moscou está ligada também à política e aos ideais que formaram a sociedade russa.

O metrô é mais que um mero sistema de transporte. É símbolo de orgulho nacional, representando tanto a capacidade tecnológica como o avanço cultural e social do país.


Apesar de que planejava-se a construção de um metrô durante o Império Russo, a Primeira Guerra Mundial e diferentes guerras civis fizeram com que a primeira linha do metrô não começasse a funcionar senão até no dia 15 de maio de 1935 durante o governo de Stalin.

Metrô de Moscou Metrô de Moscou

O metrô foi visto nesse momento como uma demonstração de superioridade da União Soviética em relação às sociedades capitalistas. Dessa data em diante, o metrô foi expandido e várias linhas foram criadas com a ideia de que as estações representassem os ideais e a estética soviética, sobretudo a ideia de “resplendor” e de um “futuro brilhante”, o que explica a quantidade de murais refletores e castiçais.

Durante a guerra fria algumas estações foram construídas com a intenção de servirem como refúgio no caso de uma guerra nuclear. Durante esta época, o estilo luxuoso do passado foi rejeitado em detrimento de estações mais simples.

A arte das estações reflete a época na qual foram construídas. As primeiras mostram a intenção do governo de inspirar nos seus cidadãos apreciação pela arte soviética. As estações construídas durante a Segunda Guerra Mundial têm um ar bélico e as estações construídas após a Guerra Fria mostram uma estética mais reservada.

Hoje em dia o metrô de Moscou não apenas conta com algumas das estações mais belas, mas também se trata de um dos mais utilizados do mundo. Ainda sendo atualmente um sistema eficiente, constantemente se encontra em expansão para atender à demanda da população de Moscou.

Linhas e estações:

O metrô de Moscou conta com 14 linhas que se interconectam e permitem que os passageiros cheguem a quase todas as partes de Moscou. Cada linha possui um nome, um código (números ou números e letras) e uma cor. Apesar de que se trata de um sistema de metrô complexo e extenso, estes três elementos em conjunto facilitam a identificação de cada linha e a transferência de uma linha a outra. A maioria das linhas percorrem subterraneamente, mas o metrô de Moscou também conta com algumas estações na superfície, incluindo algumas elevadas.

Linha Sokolnicheskaya:

É a linha mais antiga do metrô de Moscou e percorre de Bulvar Rokossovskogo até Salaryevo, cortando a cidade em sentido noroeste-sudeste.

  • Cor da linha: Vermelha
  • Código: 1
  • Número de estações: 22
  • Extensão: 32.5km
  • Horário: das 05:00am à 01:00am

Linha Zamoskvoretskaya:

Esta linha atravessa Moscou na diagonal, aproximadamente de norte a sul. Uma de suas estações é Mayakovskaya, uma das mais bonitas e com maior afluência de turistas.

  • Cor da linha: Verde escuro
  • Código: 2
  • Número de estações: 23
  • Extensão: 42km
  • Horário: das 05:00am à 01:00am

Linha Arbatsko–Pokrovskaya:

Foi a segunda linha a entrar em funcionamento e é a linha mais longa do metrô Moscou. Suas 22 estações atravessam a cidade de oeste a leste e conectam o Distrito de Mitino e Krasnogorsk com os subúrbios ao leste de Moscou.

  • Cor da linha : Azul escuro
  • Código : 3
  • Número de estações : 22
  • Extensão : 45.1km
  • Horário : das 05:00am à 01:00am
Metrô de Moscou

Linha Filyovskaya:

Apesar da maioria das linhas atravessarem Moscou de um extremo a outro, esta linha sai do centro de Moscou e conecta o centro da cidade com os distritos de Dorogomilovo e Fili ao oeste.

  • Cor da linha : Azul claro
  • Código : 4
  • Número de estações : 13
  • Extensão : 14.7km
  • Horário : das 05:00am à 01:00am

Linha Filyovskaya:

Esta é uma das duas linhas do metrô de Moscou que tem percurso circular. Suas 12 estações se encontram localizadas ao redor do centro da cidade. É a linha mais famosa, já que contém várias estações com a famosa arquitetura estalinista.

  • Cor da linha : Café
  • Código : 5
  • Número de estações : 12
  • Extensão : 19.4km
  • Horário : das 05:00am à 01:00am

Linha Kaluzhsko–Rizhskaya:

Esta linha atravessa Moscou de um extremo a outro de Medvedkovo até Novoyasenevskaya.

  • Cor da linha : Laranja
  • Código : 6
  • Número de estações : 24
  • Extensão : 37.8km
  • Horário : das 05:00am à 01:00am

Linha Tagansko–Krasnopresnenskaya:

Esta linha de 23 estações atravessa Moscou em sentido noroeste-sudeste e é a linha mais utilizada do metrô de Moscou.

  • Cor da linha : Roxa
  • Código : 7
  • Número de estações : 23
  • Extensão : 42km
  • Horário : das 05:00am à 01:00am

Linha Kalininsko–Solntsevskaya:

Esta linha está composta por dois trâmites separados que atravessam a cidade de leste a oeste. Espera-se que ambas as linhas sejam conectadas até 2020.

  • Cor da linha : Amarela
  • Código : 8 e 8a
  • Número de estações : 8 e 5, respectivamente.
  • Extensão : 16.3km e 10.7km, respectivamente.
  • Horário : das 05:00am à 01:00am
Metrô de Moscou

Linha Serpukhovsko–Timiryazevskaya:

É a segunda linha mais longa do metrô de Moscou e atravessa a cidade de um extremo a outro de Altufyevo até Bulvar Dmitriya Donskogo.

  • Cor da linha : Cinza
  • Código : 9
  • Número de estações : 25
  • Extensão : 41.5km
  • Horário : das 05:00am à 01:00am

Linha Lyublinsko–Dmitrovskaya:

Esta linha atravessa Moscou de Seligerskaya até Krasnogvardeyskaya.

  • Cor da linha : Verde claro
  • Código : 10
  • Número de estações : 20
  • Extensão : 33.4km
  • Horário : das 05:00am à 01:00am

Linha Kakhovskaya:

Com apenas 3.3km de extensão, esta é a linha mais curta do metrô de Moscou. A mesma se conecta com a linha cinza e a linha verde.

  • Cor da linha : Azul-marinho
  • Código : 11A
  • Número de estações : 3
  • Extensão : 3.3km
  • Horário : das 05:00am à 01:00am

Linha Butovskaya:

Esta linha pode ser considerada como uma extensão da linha 6 e se estende até Buninskaya Alleya. Esta linha ao invés de subterrânea, é elevada.

  • Cor da linha : Azul cinzento
  • Código : 12
  • Número de estações : 7
  • Extensão : 10km
  • Horário : das 05:00am à 01:00am

Monotrilho:

Apesar de se tratar de um monotrilho e não de um trem tal, é parte do sistema do metrô e a conexão entre os trens e o monotrilho é gratuita durante 90 minutos.

  • Cor da linha : Azul
  • Código : 13
  • Número de estações : 6
  • Extensão : 4.7km
  • Horário : das 05:00am à 01:00am

Círculo central:

Esta é a segunda linha de percurso circular e suas 31 estações rodeiam toda a parte de Moscou considerada histórica.

  • Cor da linha : Círculo branco com linha vermelha dupla
  • Código : 14
  • Número de estações : 31
  • Extensão : 54km
  • Horário : das 05:00am à 01:00am

Horários e frequências:

A maioria das estações do metrô de Moscou abre às 05:30am e fecham à 01:00am.

O monotrilho (Linha 13) funciona das 07:00 da manhã às 11:00 da noite e a linha 14 (Círculo Central) funciona das 05:45am à 00:30am.

Os trens em sua maioria passam entre cada 2 – 3 minutos na maior parte do dia e a cada 90 segundos em horários de pico. Às noites, a frequência passa a ser de 6 a 10 minutos.

Komsomolskaya Komsomolskaya

Conexões com outros sistemas

As 14 linhas do metrô de Moscou se cruzam em diferentes pontos ao longo de seu percurso, o que faz com que as transferências entre linhas sejam fáceis e cômodas. Uma vez tendo validado seu bilhete, você poderá fazer transferências entre as linhas 1-12 sem limite de tempo ou sem taxas extras.

As conexões de uma das 12 linhas à linha 13 (monotrilho) e vice-versa são gratuitas durante 90 minutos a partir do primeiro embarque.

As conexões de uma das 12 linhas à linha 14 (Círculo Central) e vice-versa são gratuitas durante 90 minutos a partir do primeiro embarque.

Os bilhetes unitários do metrô não incluem conexões com outros sistemas de transporte como ônibus e bondes.

Preços:

Cartão Troika:

O cartão Troika é o meio mais conveniente de pagar transporte em Moscou. Trata-se de um cartão de plástico que pode ser carregado com dinheiro e utilizado na compra de qualquer uma das passagens disponíveis.

O cartão requer um depósito de 50 rublos (US$0.88) que você pode recuperar devolvendo o cartão. O cartão Troika é válido por cinco anos e pode usado tanto para o metrô como para os outros transportes. Você pode recarregá-lo nas bilheterias das estações, em máquinas ou através do aplicativo.

  • Cartão Troika: 50 rublos (US$0.88)
  • Uma viagem no metrô e monotrilho: 36 rublos (US$0.63)
  • Uma viagem em outros meios de transporte: 36 rublos (US$0.63)
  • Conexões ilimitadas entre metrô e outros meios de transporte por 90 minutos: 56 rublos (US$0.99)

Bilhete único:

Caso você não queira usar o cartão Troika você pode comprar um bilhete único ou pacotes que vêm num cartão vermelho. Você pode usar este cartão tanto no metrô como em outros meios de transporte como ônibus e bondes.

  • 1 viagem (válido por 5 dias a partir do dia da compra): 55 rublos (US$0.97)
  • 2 viagens (válido por 5 dias a partir do dia da compra): 110 rublos (US$1.94)
  • 20 viagens (válido por 90 dias a partir do dia da compra): 747 rublos (US$13.17)
  • 40 viagens (válido por 90 dias a partir do dia da compra): 1494 rublos (US$26.34)
  • 40 viagens (válido por 90 dias a partir do dia da compra e apenas disponível através do cartão Troika): 1765 rublos (US$31.12)

Viagens ilimitadas:

Estes passes são chamados de “Edinaya” e te permite viajar ilimitadamente por um período específico de tempo. Você pode começar a utilizar os bilhetes de menos de 30 dias durante os próximos 10 dias a partir da compra do bilhete. O período especificado começará a contar a partir da primeira vez que você utilizar o bilhete. Os bilhetes de válidos a partir de 30 dias podem ser comprados através do cartão Troika e é validado a partir da compra.

  • 1 dia: 218 rublos (US$3.84)
  • 3 noites: 415 rublos (US$7.32)
  • 7 dias: 830 rublos (US$14.63)
  • 30 dias: 2075 rublos (US$36.58)
  • 90 dias: 5190 rublos (US$91.5)
  • 365 dias: 18900 rublos (US$333.21)

Dicas:

  • Apesar do metrô de Moscou parecer complexo por suas 14 linhas, planejar uma viagem no metrô é fácil graças ao mapa interativo presente no site e no aplicativo oficial.
  • Comprar bilhetes unitários é mais barato através do cartão Troika.
  • Se você tiver crédito no cartão Troika e for sair do país, você pode ir a um dos escritórios principais do metrô e pedir que te reembolsem tanto o dinheiro que você tiver no cartão como o dinheiro pago pelo cartão.
  • Os mapas dentro das estações e trens mostram as estações tanto no alfabeto russo como no nosso.
  • O aplicativo Yandex. O metrô oferece mapas bilíngues que te permitem planejar sua viagem, estimando tempo e inclusive calculando as conexões que você terá que fazer.
  • Apesar de algumas das famosas estações do metrô de Moscou serem das estações mais bonitas do mundo, também são as mais cheias. Evite visita-las em horários de pico.

Curiosidades:

  • O metrô de Moscou é famoso por suas estações cheias de murais, mosaicos, castiçais e arte. Suas estações são tão bonitas que se tornaram uma das atrações turísticas de Moscou e inclusive existem tours que explicam a arte e a história destas estações.
  • O metrô de Moscou foi o primeiro sistema de metrô da União Soviética.
  • Este metrô é o sexto mais longo do mundo.
  • Além de ser um dos metrôs mais longos, também possui uma das estações mais profundas do mundo: a estação Park Pobedy, a 84 metros de profundidade.
  • Por ser uma das estações mais profundas do mundo, a estação Park Pobedy também possui uma das escadas rolantes mais longas da Europa.
  • No dia 1º de dezembro de 2014, todas as linhas passaram a possuir wi-fi grátis, graças à empresa Maxima Telecom.
  • Com mais de nove milhões de passageiros ao dia, o metrô de Moscou é um dos sistemas de metrô mais utilizados do mundo.
  • Apesar de nunca ter sido confirmado, acredita-se que existe outro sistema de metrô debaixo de algumas das linhas atuais, criado para evacuar um reduzido grupo de pessoas importantes em caso de emergência, como um ataque nuclear durante a Guerra Fria. Acredita-se que este metrô secreto, chamado de D-6, é operado pelo exército.

Futuras expansões:

Mesmo o metrô de Moscou estando bem desenhado, estendendo-se até o limite da cidade e inclusive incluindo conexões com distritos vizinhos, o mesmo já precisou se ajustado à constante demanda de extensão e renovações. Algumas das estações da linha 1, a primeira linha a operar, são as mais velhas do sistema e precisam ser renovadas.

Moscou Moscou

Apesar do fato de que grandes extensões foram realizadas nos últimos anos, o metrô de Moscou se encontra em processo de grandes expansões. Atualmente planeja-se estender as diferentes linhas com um total de 150km para 2020. Alguns dos principais projetos nesta expansão são: a adição de seis estações e 9,5km à linha Lyublinsko-Dmitrovskaya e levar o metrô ao distrito de Solntsevo, foram de Moscou.

Conexão com o aeroporto:

Moscou conta com três aeroportos internacionais, todos a 30 ou 40km de distância do centro da cidade. É possível chegar a qualquer um deles combinando o metrô e ônibus, mas leve em conta que esta pode não ser a melhor opção se você estiver viajando com muita bagagem, já que o ônibus te deixa fora de Moscou, onde você terá que pegar o metrô até o centro da cidade.

Se você estiver viajando com muito volume, é melhor pegar um taxi ou o Aeroexpress, um trem que conecta os aeroportos com o centro da cidade.

Se você não estiver viajando com muita bagagem ou se estiver buscando a opção mais econômica, é perfeitamente possível chegar ao centro da cidade de ônibus ou metrô:

Do aeroporto Domodedovo:

Você pode pegar o ônibus 308 até a estação Domodedovskaya da linha verde (linha 2) e daí continuar seu trajeto até seu destino usando as linhas do metrô. O trajeto do aeroporto à linha verde dura de 30 a 40 minutos. Os ônibus express custam 100 rublos (US$1.76), enquanto os ônibus que funcionam as 24 horas custam 120 rublos (US$2.11).

Do aeroporto Sheremetyevo:

Várias linhas de ônibus te levam do aeroporto à estação Rechnoy Vokzal da linha verde (linha 2) o à estação Planernaya da linha roxa (linha 7). O trajeto até qualquer uma das estações dura de 40-50 minutos. Um bilhete de 90 minutos que inclui a viagem de ônibus, a entrada no metrô e conexões ilimitadas durante 90 minutos custa 50 rublos (US$0.88).

Do aeroporto Vnukovo:

O ônibus N611 te leva até a estação Yugo-Zapadnaya da linha vermelha (linha 1). O trajeto dura cerca de 40 minutos e você pode comprar um bilhete de 90 minutos que inclui tanto a viaje de ônibus como a entrada ao metrô mais conexões ilimitadas durante 90 minutos, pelo valor de 50 rublos (US$0.88).

O que ver usando o metrô de Moscou:

  • Catedral de São Basílio: Esta famosa catedral é um dos ícones não só de Moscou, mas de toda a Rússia. Esta igreja ortodoxa única em sua arquitetura e famosa por suas coloridas cúpulas, se encontra localizada na Praça Vermelha e é parte do Patrimônio da Humanidade da Unesco. Tanto a estação Ploshchad Revolyutsii da linha 3 como a estação Teatral’naya da linha 2 ficam a 10 minutos a pé da catedral.
  • Praça Vermelha: Além da catedral de São Basílio, nesta praça você encontrará o Kremlin, a fortaleza real onde reside o presidente da Rússia, o monumento a Minin e Pozharsky e o Mausoléu de Lenin. Para chegar, pegue a linha 3 até a estação Ploshchad Revolyutsii ou a linha 2 até a estação Teatral’naya.
  • Estações de metrô: Com seus candelabros, murais e mosaicos, as estações de metrô de Moscou são uma atração turística por si mesmas. Algumas das mais famosas e bonitas são:
    • Na linha 5: Kievskaya, Belorusskaya, Komsomolskaya, Novoslobodskaya e Park Kultury.
    • Na linha 3: Plóshchad Revolutsii, Elektrozavodskaya, Kurskaya, Park Pobedy e Slavyansky Bulvar.
    • Na linha 2: Mayakovskaya.
  • Galeria Tretiakov: É um dos museus de arte mais famosos de Moscou e possui o maior acervo de obras russas do mundo. A estação Tretyakovskaya da linha 6 fica a cinco minutos a pé da galeria.

Mapa do metro de Moscou

Mapa do metro de Moscou Alta resolução
Ver mapa em tamanho maior. Às vezes, pode levar algum tempo para carregar..

Mapa do metro de Moscou

  • Passageiros/dia 6550000
  • Taxas: 0.50
  • Operação 24 horas: No
  • Ar condicionado: Lines 3, 5 since 2009
  • Têm de andar entre os trens: No
  • Trens sem condutor: No
  • Screen Doors-Platformn: No
  • Velocidade média: 41.5km/h
  • 50 rubles
  • Moscou Metrô Site Oficial

Ajude-nos!

Se você acha que a informação que nós publicamos está errada, pouco precisa, ultrapassada, ou se alguma tradução está incorreta, e quer nos ajudar a melhorar as informações... entre em contato conosco aqui: .

Sinta-se a vontade também para entrar em contato conosco caso você não encontre o sistema que está buscando, e nós o incluiremos o quanto antes possível!

Muito obrigado!

** CREDITS!!